Home » Doenças Vasculares » Feridas por Doença Arterial

Voltar

Feridas por Doença Arterial

fepo-01

O que é?

As artérias são responsáveis por levar o sangue rico em oxigênio e nutrientes aos tecidos. Em pacientes com aterosclerose avançada, pode ocorrer a oclusão das artérias dos membros inferiores, o que acarreta em falta de oxigenação e nutrição dos tecidos e predispõe ao surgimento de feridas.

Causas

São diversos os fatores de risco para o desenvolvimento de aterosclerose, entre eles: tabagismo, colesterol elevado, pressão alta, diabetes, hereditariedade, entre outros.

Sintomas

Geralmente, os pacientes portadores de feridas por doença arterial apresentam história prévia de dor na perna para andar, agravada antes do surgimento da ferida.

Estes pacientes também apresentam poucos pelos na perna e unhas quebradiças. As feridas são tipicamente em proeminências ósseas ou dedos.

fepo-02

Diagnóstico

Na consulta médica, o cirurgião define, através de análise, se a ferida é causada por doença arterial.

Exames complementares – como a ultrossonografia Doppler e a arteriografia – podem ser necessários para estudo do caso e indicação do melhor tratamento.

fepo-03

Tratamentos

Se a lesão não estiver infeccionada, o tratamento deve ser iniciado pelo controle dos fatores de risco da aterosclerose.

A lesão só será medicada após o tratamento da doença arterial oclusiva, que pode ser realizado através de cirurgias abertas – para a confecção de pontes com veia safena ou próteses – ou com técnicas endovasculares minimamente invasivas, que dispensam cortes na pele – como a angioplastia para recanalização das artérias obstruídas.

A equipe do Instituto Belczak de Cirurgia Vascular e Endovascular tem amplo conhecimento e experiência nas técnicas de cirurgias abertas e endovasculares, e, dependendo do caso, uma técnica ou outra pode ser indicada.

Agende uma consulta