Home » Doenças Vasculares » Varizes e Estética » O que são Varizes?

Voltar

O que são Varizes?

varizes-01

As varizes são veias dilatadas, tortuosas e azuladas, que aparecem próximas à pele, principalmente nas pernas. Estas veias retêm mais sangue a uma pressão mais alta, uma vez que suas válvulas não funcionam adequadamente. Essa disfunção leva ao acúmulo de líquidos na perna, provocando inchaço e sensação de peso. Varizes afetam de 10% a 30% da população adulta, principalmente mulheres.

A insuficiência venosa crônica tem diversos níveis de gravidade. Pode se caracterizar pela presença de pequenos vasos que causam desconforto estético, inchaço e manchas nas pernas ou até mesmo pelo surgimento de feridas de difícil cicatrização, conhecidas como úlceras venosas ou varicosas.

Nesta seção, abordaremos o tratamento das varizes dos membros inferiores para melhoria dos sintomas e do aspecto  estético.

 

Causas

As veias dos membros inferiores exercem a função de levar o sangue de volta ao coração. Durante a contração dos músculos da perna, as veias são comprimidas, forçando o sangue a retornar ao coração. Para evitar que o sangue circule no caminho errado, as veias apresentam numerosas válvulas.

Se essas válvulas falham, o sangue reflui para as veias superficiais e para a panturrilha. Isto resulta na dilatação das veias, que, desta forma, se transformam em varizes. As veias com válvulas insuficientes, como pas veias safenas, veias profundas e veias perfurantes, devem ser tratadas para evitar o refluxo de sangue e perpetuação do quadro de varizes.

As varizes também podem ser decorrentes de obstrução prévia das veias, que passam a impedir o retorno do sangue. É o que ocorre no caso de pacientes com sequela de trombose venosa profunda.

Fatores de risco para o desenvolvimento de varizes são: tabagismo, obesidade, sedentarismo e histórico familiar.

Sintomas

Além de antiestéticas e desconfortáveis, as varizes podem causar alterações de pele como manchas escurecidas. Se não tratadas, podem ter os sintomas agravados e, em alguns casos, provocar o surgimento de feridas.

Os sintomas mais comuns são dor e sensação de peso ao final do dia. Alguns pacientes, em quadros mais severos, apresentam inchaço intenso e alterações de pele. A inflamação das veias, chamada de flebite, pode causar quadro de muita dor e desconforto.

Diagnóstico

O diagnóstico na maioria das vezes é clínico. Após o exame físico detalhado, a confirmação da suspeita é feita através de ultrassonografia Doppler. Este exame, geralmente, é realizado como rotina em pacientes com varizes para identificar as causas do refluxo ou obstrução venosa.

Tratamentos

Diversas medidas podem ser tomadas para alívio dos sintomas causados pela insuficiência venosa. Exercícios físicos, uso de meia elástica, elevação dos membros e repouso promovem melhora significativa dos sintomas.

Os medicamentos disponíveis no mercado também levam a um alívio discreto do desconforto, no entanto, nenhum traz resultados eficazes no aspecto estético da doença, ou seja, não atuam no desaparecimento das varizes. O uso regular de meia elástica é a única medida clínica capaz de controlar a evolução da doença. Em casos de obesidade, a perda de peso é fundamental.

varizes-02

O tratamento estético é realizado, principalmente, em veias de pequeno calibre, de 1 a 2 mm, chamadas de telangiectasias. Essas pequenas veias causam alterações na pele e raramente provocam dor. Os melhores métodos de tratamento são a escleroterapia e a aplicação de laser.

A escleroterapia consiste na injeção de glicose concentrada ou outros agentes esclerosantes que visam eliminar esses pequenos vasos. São utilizadas agulhas bem finas para diminuir a dor durante o procedimento.

As varizes grandes e visíveis são tratadas com cirurgia. Após o estudo com ultrassonografia Doppler, o tratamento cirúrgico deve ser discutido com o médico.

O procedimento para retirada dessas varizes consiste em minúsculas incisões que visam à cicatrização da pele sem nenhum ponto e com mínima cicatriz residual.

A cirurgia pode ser feita em ambulatório ou hospital, com a aplicação de anestesia local, geral ou raqui. Em muitos casos, o tratamento das veias safenas é fundamental e poder ser feito mediante extração ou fechamento, com a utilização de espuma, laser ou radiofreqüência.

A utilização do cateter de radiofrequência é um método moderno que promove o fechamento da safena sem precisar retirá-la. Assim, apresenta menos hematoma, menos dor no pós-operatório e uma recuperação mais rápida, de 3 a 7 dias.

Agende uma consulta